A psicanálise é, em essência, uma cura pelo amor.
(Sigmund Freud)

Infância sequestrada

Tenho um primo que, na infância, adorava desenhar. Transformava as calçadas no seu ateliê. Quando o dinheiro sobrava, usava gizes de várias cores. Na falta, usava carvão ou qualquer outro material para dar vida à sua imaginação. Desenhava também em cadernos ou folhas soltas, inclusive, em sacos de papel de padaria. Na família, todos ficavam …

Continue lendo

Da queixa à implicação

Há mais de dez anos, trabalho na área organizacional com foco na gestão de pessoas e de processos. Acompanho de perto as mudanças nas relações de trabalho. A estrutura de poder vertical, que orientou as empresas nos séculos anteriores, está sendo substituída por modelos horizontais. Nesse novo cenário, a palavra responsabilidade ganha força e novos …

Continue lendo

Onde se cria, não se copia: a prática da singularidade

Já ouviu alguém dizer que nada se cria, tudo se transforma? Ou ainda que nada se cria, tudo se copia? Eu já ouvi inúmeras vezes e tenho certeza que você também. Faz parte do senso comum. Mas não compartilho dessa posição, justamente por fazer outra leitura desse pensamento. Acredito na possibilidade da transformação. Discordo que …

Continue lendo

Como não tornar a crise financeira um caos psicológico?

Podemos afirmar que crise é uma questão de interpretação. Diante dela, há, no mínimo, três possibilidades: há quem queira sair correndo, que responde pela via do desespero; há quem paralisa, aquele que acredita que, se ficar quietinho, esperando o problema passar, não precisará ter “trabalho” e ainda terá se poupado dos riscos; e há quem …

Continue lendo
© 2019 Caminhos da Psicanálise. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por CriaTec