A psicanálise é, em essência, uma cura pelo amor.
(Sigmund Freud)

Freud e o “pequeno Hans”: a importância da figura paterna na vida da criança

Freud se ocupou, desde 1909, da cura de uma criança de cinco anos (que, por sinal, aconteceu por meio do pai) atingida por uma neurose fóbica – “medo de cavalos”. Desde lá, o tratamento analítico com crianças vem sofrendo mudanças. Infelizmente, porém, muitos se afastaram do sentido dado ao sintoma, preocupando-se apenas com o real …

Continue lendo

O processo da sedução

Homens e mulheres se empenham de várias maneiras quando estão interessados em alguém. Se esforçam para serem notados, admirados, aceitos e escolhidos. O processo da sedução, em muitos casos, começa em atendimento a um chamado inconsciente. No entanto, é impossível conquistar alguém que não quer ser conquistado. A consciência de que uma pessoa é interessante …

Continue lendo

A “linguagem” dos sintomas

São muitas as pessoas que manifestam sua ansiedade através de um mal-estar orgânico. A mente angustiada pode fazer seu  protesto por meio do corpo. Ao contrário do que se costuma pensar, o sintoma muitas vezes é “efeito” e não “causa” do sofrimento. Alguns parecem “pedir” para serem interpretados e compreendidos. É sempre muito importante saber …

Continue lendo

Palavra que escapa

A importância das palavras aparece em todas as obras freudianas, porém, uma das mais agradáveis leituras é: Sobre a psicopatologia da vida cotidiana. Sem nos obrigar a digerir muitos comentários teóricos, o autor nos dá explicações fascinantes para certos fenômenos mentais comuns em nosso dia a dia. Através de vários exemplos, revela seu espírito de …

Continue lendo
© 2019 Caminhos da Psicanálise. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por CriaTec