A psicanálise é, em essência, uma cura pelo amor.
(Sigmund Freud)

A psicanálise e os discursos religiosos fundamentalistas

O novo cenário político brasileiro, no qual fé e política andam de mãos dadas, é um exemplo de algo antecipado por Jacques Lacan em 1974: “[a religião] não triunfará apenas sobre a psicanálise, triunfará sobre muitas outras coisas também. É inclusive impossível imaginar o quão poderosa é a religião”[1]. Lacan percebe a religião como algo …

Continue lendo

Manias ou  “TOC”?

É comum as pessoas terem certas manias, medos ou preocupações que as levam a determinados comportamentos. Em função disso, algumas são inclinadas a conferir, por exemplo, se fecharam o gás, se trancaram mesmo a porta antes de sair  de casa, se desligaram o ferro de passar roupa etc. Porém, quando esses comportamentos se tornam excessivos, …

Continue lendo

Amor: encontros ou desencontros?

Freud dizia que “a salvação do homem é o amor e o trabalho”. Realmente, podemos pensar que a vivência do amor íntimo e comprometido se constitui na experiência mais significativa pela qual passamos. O amor é fonte de motivação e energia,  tem papel terapêutico em nossas vidas. É incrível o seu poder, a força de transformação …

Continue lendo

A culpa nossa de cada dia

A culpa é um tipo de angústia, uma sensação acompanhada de sentimentos de inadequação e mal-estar. Seu sentimento esboça o contorno de muitas ações humanas. “Sentir-se culpado” e “provocar culpa” nos outros são mecanismos que costumam ocorrer com certa frequência nas relações entre pais e filhos, marido e mulher, namorados e amigos. Na verdade, a culpa …

Continue lendo

A “linguagem” dos sintomas

São muitas as pessoas que manifestam sua ansiedade através de um mal-estar orgânico. A mente angustiada pode fazer seu  protesto por meio do corpo. Ao contrário do que se costuma pensar, o sintoma muitas vezes é “efeito” e não “causa” do sofrimento. Alguns parecem “pedir” para serem interpretados e compreendidos. É sempre muito importante saber …

Continue lendo

O que se espera de uma análise?

No momento em que  alguém pensa em procurar um psicanalista,  surgem inúmeras fantasias sobre como funciona o trabalho desse profissional. Na realidade, tudo o que é novo e pouco familiar gera angústia – o primeiro dia num emprego, o início de um curso, a visita a um país estrangeiro, o começo de um relacionamento etc.  …

Continue lendo

Deixando para depois

Muitas pessoas têm a tendência para adiar decisões que lhe são importantes: adiam o início de uma dieta, o conserto do carro, a procura de um emprego melhor, o fim de um relacionamento que não dá mais certo, o início de um tratamento. O hábito de adiar, muitas vezes, cria problemas e, talvez, o maior …

Continue lendo

A esperança é a última que morre?

Um rápido exame da situação atual em que vive uma parcela significativa da população do Brasil e do mundo pode resultar no reconhecimento de que estamos envolvidos por traços de calamidade física e material, principalmente no que se refere a questões como habitação, educação, emprego, violência. Diante desse panorama, não é difícil que alguém se …

Continue lendo

A vida está ininterrupta

Texto escrito por Celso Gutfreind e publicado em Gaúchazh – 4 de dezembro de 2017. Para  psicanalista e escritor, não esperar é abafar uma angústia fundamental para o que vem depois. Acabou a espera. Salvo exceções socialmente injustas, já não se espera mais. E como se esperava! Era em fila de banco, restaurante, cartório, consultório. Hoje, …

Continue lendo

Não dá para enganar a angústia

Sigmund Freud, no início de seus estudos, faz uma descrição dos “ataques de angústia,” o que hoje reconhecemos como as crises de pânico. Como dizia Jacques Lacan (psicanalista francês famoso por sua releitura de Freud), “a angustia é aquilo que não engana”. E por que não engana? Simplesmente porque é impossível escondê-la. Ela mostra seus …

Continue lendo
© 2019 Caminhos da Psicanálise. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por CriaTec