A psicanálise é, em essência, uma cura pelo amor.
(Sigmund Freud)

Homens com lógica feminina: o encontro entre o amor e o desejo

Já dizia Freud que o homem tendia a separar amor de desejo. Com uma mulher ele vivia a afetividade. Com outra, o desejo sexual. Uma ele via como santa. A outra, como prostituta. Quem nunca ouviu falar sobre mulheres feitas para casar e outras para transar? Essa divisão entre amor e desejo que faz o …

Continue lendo

Por que nós nos negamos a receber o amor?

Por que nós nos negamos a receber o amor? E quando uso o termo amor, me refiro a qualquer tipo de amor: eros, philia ou ágape. Falo desde o amor carnal, paixão, pele, suor, até um gesto de bondade que fazemos a um desconhecido, passando pelas amizades e parcerias amorosas de longa data. Por que, …

Continue lendo

Freud e o “pequeno Hans”: a importância da figura paterna na vida da criança

Freud se ocupou, desde 1909, da cura de uma criança de cinco anos (que, por sinal, aconteceu por meio do pai) atingida por uma neurose fóbica – “medo de cavalos”. Desde lá, o tratamento analítico com crianças vem sofrendo mudanças. Infelizmente, porém, muitos se afastaram do sentido dado ao sintoma, preocupando-se apenas com o real …

Continue lendo

Relacionamento entre crianças e avós

Os avós ocupam um lugar único na vida das crianças. Por sua vivência e experiência, já não sofrem das mesmas ansiedades dos pais, que costumam ser impacientes, preocupados e nervosos diante de uma situação difícil. Geralmente, eles têm, pelos netos, mais compreensão e diálogo. É claro que existem também momentos de irritação e impaciência, porém …

Continue lendo
© 2019 Caminhos da Psicanálise. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por CriaTec