A psicanálise é, em essência, uma cura pelo amor.
(Sigmund Freud)

Expressões da intimidade e vida no divã

Texto escrito por Ruth Blay Levisky * e publicado em Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo – 4 de abril de 2018. A palavra íntimo é derivada do latim, “intimus”, cujo prefixo “in” refere-se ao interior, ao profundo, ao intrínseco. Thymos para os gregos na antiguidade tinha o significado de alma, lugar em que habitam …

Continue lendo

Lugar de escuta, lugar de fala

Texto escrito por Vera Iaconelli e publicado na Folha de S. Paulo  – 3 de abril de 2018.  Supor que analista deva ser mulher para atender mulheres é confundir lugar de escuta com o de fala Um paciente quer saber, como condição para começar sua análise, três coisas: se acredito em Deus, se já tive depressão …

Continue lendo

O que se espera de um analista?

No início de um tratamento psicanalítico, é muito natural o paciente ficar apreensivo: “Será que poderei falar sobre tudo aqui?” “O que contarei ficará apenas entre nós?”. A liberdade de dizer “tudo o que lhe vem à mente”, sem censura, sem programar nem organizar nada, é combinado desde o começo. Porém, mesmo assim, a pessoa …

Continue lendo

Palavra que escapa

A importância das palavras aparece em todas as obras freudianas, porém, uma das mais agradáveis leituras é: Sobre a psicopatologia da vida cotidiana. Sem nos obrigar a digerir muitos comentários teóricos, o autor nos dá explicações fascinantes para certos fenômenos mentais comuns em nosso dia a dia. Através de vários exemplos, revela seu espírito de …

Continue lendo
© 2019 Caminhos da Psicanálise. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por CriaTec