A psicanálise é, em essência, uma cura pelo amor.
(Sigmund Freud)

Desejos e emoções que tocam o nosso corpo          

O reconhecimento de nossas emoções e a identificação dos nossos sentimentos e desejos constituem fatores de extrema importância para o equilíbrio psíquico. É através da expressão de nossas emoções que vivemos a vida, e não apenas “passamos” por ela. Continuamente somos tomados por sentimentos provocados por fatos que ocorrem em torno de nós. Nos zangamos, …

Continue lendo

Adão e Eva

Texto de Contardo Calligaris publicado na Folha de S. Paulo – 10 de maio de 2018. A vida é dura? Você vai morrer? Adão, Eva e você mesmo fizeram por merecer. Aprendi a história de Adão e Eva cedo, antes de eu saber ler. Ela veio já enriquecida por detalhes que não estão na Bíblia: …

Continue lendo

Maternidade é o não-saber!

“O amor materno não é inerente às mulheres. É adicional. A maternidade é mais difícil de viver do que em geral se crê. A toda-poderosa natureza não dotou a mulher de armas suficientes para enfrentá-la”. (Elisabeth Badinter) Quando eu engravidei pela primeira vez, a minha barriga se tornou pública. Pessoas sem intimidade alguma, ou mesmo …

Continue lendo

As flores de plástico não morrem. Já nascem mortas!

“As pedras não nascem, nem crescem, nem envelhecem, nem se reproduzem. São sempre as mesmas. Mortas!” (Rubem Alves) Comigo ocorre com frequência: ouvir e cantar algumas canções, por diversas vezes, até que, num determinado momento, percebo algo mais profundo escondido por trás das palavras. Foi o que aconteceu com a canção “Flores”, da banda Titãs, …

Continue lendo

O cuidado de si gera o cuidado com o outro, destaca psicanalista

Texto escrito por Rosane Fürst e publicado no GaúchaZH  – 25 de janeiro de 2018.  Para Rosane Fürst, saúde emocional de um povo também pressupõem políticas públicas e psicoeducativas. Janeiro branco é uma campanha por uma cultura da saúde mental, que se dedica a convidar as pessoas a pensarem sobre suas vidas, a qualidade de seus …

Continue lendo

Deixando para depois

Muitas pessoas têm a tendência para adiar decisões que lhe são importantes: adiam o início de uma dieta, o conserto do carro, a procura de um emprego melhor, o fim de um relacionamento que não dá mais certo, o início de um tratamento. O hábito de adiar, muitas vezes, cria problemas e, talvez, o maior …

Continue lendo

As novas etapas do envelhecimento: o desafio de viver muito

Texto escrito por Telma Weiss* e publicado na Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo – 18 de janeiro de 2018. “O correr da vida embrulha tudo, a vida é assim: esquenta e esfria, aperta e daí afrouxa, sossega e depois desinquieta. O que ela quer da gente é coragem”. Guimarães Rosa – Grandes Sertões …

Continue lendo

Devemos abrir os olhos para contemplar a explosão de vida

Na vida, nem sempre conseguimos enxergar com claridade tudo o que ocorre conosco ou ao nosso redor. Às vezes, olhamos a nossa existência por meio de ‘lentes’ que permitem entrever apenas pequenos lampejos de claridade ou, em alguns casos, nem isso. É quando a escuridão se estabelece e nos faz viver tempos sombrios. São momentos …

Continue lendo

Para além das portas fechadas

Certa vez, faltou energia elétrica em casa. Diante da escuridão repentina e sem velas, fomos obrigados a abrir a porta da cozinha em busca de um pouco de luminosidade. Para nossa surpresa, quando olhamos para o céu, contemplamos uma cena maravilhosa e rara – nenhuma nuvem, muitas estrelas e uma lua esplêndida. Ficamos em estado …

Continue lendo
© 2019 Caminhos da Psicanálise. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por CriaTec